7. Lance mão dos tonalizantes


As adeptas de tons mais escuros e que fazem uso das colorações permanentes podem valer-se dos 
shampoo tonalizantes nos intervalos entre um retoque e outro, para ter de volta brilho e cor perdidos. Práticos e de fácil aplicação, eles garantem um bom resultado quando a cor começa a desbotar, mas a raiz ainda não cresceu o suficiente para uma nova cobertura.

8. Tire proveito da cauterização

Um dos processos mais poderosos para recuperar fios danificados pela ação das sucessivas colorações, a cauterização, feita no salão, é uma hidratação profunda, que ajuda a selar as escamas dos fios.

9. Use um bom protetor capilar

Assim como a pele, o cabelo também precisa de proteção solar, para evitar o desbotamento e o ressecamento. “Invista num produto de qualidade, que proteja contra os raios UVA e UVB, enriquecido com substâncias hidratantes”, indica Alan Medeiros, técnico da Schwarzkopf, (SP). Na praia e na piscina, use chapéus, bonés ou lenços.

10. Evite transformações radicais

É claro que vale a pena mudar o visual sempre que sentir vontade. Mas procure clarear ou escurecer as madeixas progressivamente. Os processos necessários para uma grande transformação acabam agredindo muito os fios, que ficam frágeis e ressecados. Se a vontade de tentar novos looks é constante – e ataca todo mês, por exemplo –, é bom saber que tanto o resultado quanto a duração ficarão comprometidos. “Além de não absorver tão bem a cor, o cabelo, quando poroso, perde os pigmentos mais rapidamente”, avisa o cabeleireiro Rodrigo de La Lastra.